Campanha "O Rio Itajaí Pede Nossa Ajuda"

Logo da Campanha-01.jpg

A Campanha educacional “O Rio Itajaí Pede Nossa Ajuda” é desenvolvida pelo Consórcio Empresarial Salto Pilão (CESAP), como um processo de educação ambiental permanente, envolvendo os municípios de Trombudo Central, Rio do Sul, Ituporanga, Laurentino, Aurora e Lontras, área de influência direta e indireta da UHE. Um amplo projeto que desde sua criação já atingiu mais de 100 mil pessoas e tem por objetivo a interação, movimentação e mobilização dos diversos segmentos da sociedade civil organizada e poder público em prol da conservação dos recursos hídricos do Alto Vale do Itajaí.  

O público alvo da Campanha são estudantes, professores, gestores públicos, agricultores, ribeirinhos e associações comunitárias localizadas no entorno dos Rios Itajaí do Sul, Itajaí do Oeste e Itajaí- Açu.  

Dentre as ações promovidas estão:  atividades de educação ambiental nas escolas; apoio a recuperação de matas ciliares com plantio e fornecimento de mudas de espécies nativas da Bioma Mata Atlântica; visitas guiadas com grupos organizados à tomada d´água da Usina; curso de formação de professores; mutirões de limpeza dos rios; eventos socioambientais;  fomento a projetos de lei instituindo o “Dia Municipal de Limpeza do Rio"; engajamento, prospecção e apoio junto a iniciativas locais dos municípios; reuniões e palestras com parceiros da Campanha e entidades de classe; diálogo com as comunidades ribeirinhas; elaboração e distribuição de material educativo.

A Campanha teve início no ano de 2013, após a implantação da Usina Hidrelétrica (UHE) Salto Pilão em um trecho do rio Itajaí-Açu, mais especificamente nos municípios de Ibirama, Lontras e Apiúna, na divisa do Alto e Médio Vale do Itajaí. Nesse momento, profissionais envolvidos com o empreendimento e a causa ambiental percorreram um trecho de 150 km do rio de caiaque, identificando os impactos ambientais que afetam a saúde desse importante corpo d´água. 

Foi constatado que, assim como em outras regiões do País, o Rio Itajaí-Açu enfrenta problemas relacionados com a presença de grande quantidade de lixo em seu leito; erosão; assoreamento; ausência de mata ciliar; contaminação por produtos químicos, dejetos de animais e esgotos sanitários; ocupação irregular de suas margens com residências, agricultura e pecuária e proliferação de espécies exóticas invasoras. Processos que desencadeiam inúmeros problemas ambientais, econômicos e sociais, incluindo o agravamento de enchentes.

 

Há muito o que se fazer e a cooperação é a nossa energia. Junte-se a nós!

Logo da Campanha-01.jpg